Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021

Calor humano na cidade de gelo: a história do GP da Africa

Case para a House of Lapland conquistou o prêmio máximo em Entertainment For Sports e outros 6 Leões até agora

Renato Rogenski
23 de junho de 2021 - 12h43

Cidade de Salla “se prepara” para os Jogos de Verão, em filme bem humorado, criado pela Africa para a campanha (Crédito: divulgação)

Ao final de 2019, pouco antes da pandemia, quando a principal pauta do mundo era a preocupação com o aquecimento global, começou a nascer a improvável combinação entre o calor humano da criatividade brasileira e Salla, o município mais frio da região da Lapônia, na Finlândia. Criado pela agência Africa para a House of Lapland, o case “Salla 2032” é até o momento a campanha brasileira mais premiada do Cannes Lions 2021, com 3 Leões de Ouro, 3 Leões de Bronze, além do inédito Grand Prix de Entertainment For Sports.

Por sofrer com as consequências de um clima cada vez mais imprevisível e invernos mais curtos, a pequena cidade acima do Círculo Polar Ártico decidiu dar um passo à frente ao chamar a atenção para o grave problema de uma maneira inusitada: anunciando sua candidatura para sediar os Jogos de Verão de 2032.

A ideia começou a ganhar corpo enquanto Sergio Gordilho, CCO e copresidente da Africa, debatia com seus pares do conselho global de criação da rede DDB a possibilidade de atacar um problema de escala global que afeta o meio ambiente. Como parte do desafio, voltou ao Brasil com a missão de desenvolver uma ideia capaz de alertar a sociedade sobre o aquecimento global e reverberar pelo mundo de uma forma impactante.

O primeiro passo para dar cabo a ideia foi a escolha de um lugar que fosse extremamente frio, mas ao mesmo tempo com certo apelo turístico, como a Finlândia. A escolha da Lapônia tinha um elemento de peso: a região é conhecida pelo mundo como “a casa do Papai Noel”. “Mandamos sete pessoas da nossa equipe, que ficaram trabalhando de lá. E conseguimos por meio do projeto estabelecer uma conexão muito real com a cidade, que tem por volta de 3400 habitantes”, explica Gordilho.

Rapidamente o anúncio da intenção de Salla como sede dos Jogos de Verão de 2032 despertou reações e questionamentos, gerando mídia espontânea em diversos veículos e plataformas por todo o mundo. No dia seguinte, a campanha colocou no ar um filme bem-humorado em que os cidadãos locais já estão se preparando para as temperaturas mais altas e para sediar o evento, além de atletas se adaptando para substituir seus esportes habituais as suas versões de verão. A peça foi produzida pela Triatoma e dirigida por Santi Dulce.

No mesmo dia de veiculação da peça, a iniciativa foi detalhada por meio de uma coletiva de imprensa com o prefeito de Salla, Erkki Parkkinen e outros convidados especialistas em clima. Com o objetivo de gerar reflexão sobre a luta contra a crise climática, mesmo sem a real intenção de apresentar a candidatura, a cidade seguiu todos os passos e protocolos para sediar os Jogos de Verão, incluindo a criação de logomarca, bid book, uniformes, ações promocionais e nomeação de mascote.

Entre as peculiaridades do processo de desenvolvimento do trabalho, Gordilho conta que o engajamento do projeto com as pessoas da cidade, incluindo o prefeito, foi um dos grandes trunfos do trabalho. “Todas as pessoas que participam do filme são pessoas reais, da região, e abraçaram a causa. E o prefeito também, que inclusive teve a coragem de se propor a ir até a coletiva e dar voz à mensagem. Estávamos todos apreensivos para saber qual seria a reação do comitê organizados dos Jogos Olímpicos de Verão, mas todo mundo entendeu a proposta. Sentimos todo o calor humano e a empatia em um dos lugares mais frios do mundo”, acrescenta.

A campanha também incluiu um site que fornece soluções práticas para enfrentar a emergência climática e um convite para que as pessoas conheçam mais sobre a Fridays For Future, além de maneiras de apoiar o movimento. “A campanha é fruto do poder das ideias e não dos formatos, por isso cabe em diversas categorias. Todos os trabalhos que criam conexões reais com as pessoas são multidisciplinares”, explica Gordilho.

A iniciativa #SaveSalla foi idealizada pela agência Africa em parceria com o município de Salla e a House of Lapland, com o apoio da “Fridays For Future”, movimento internacional pelo clima que começou com Greta Thunberg e outros jovens ativistas. Além do bom desempenho no Cannes Lions, neste ano a campanha também conquistou 2 Pratas e 6 Bronzes no rígido D&AD.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Africa

  • Cannes

  • entertainment for sports

  • Grand Prix

  • leões brasileiros

  • salla

Patrocínio