Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021

Cannes no melhor camarote

Estamos em contagem regressiva para o Cannes Lions, e preciso admitir que o clima de expectativa é grande por aqui


18 de junho de 2021 - 17h46

Mas, admito que é um pouco estranho pensar no festival como um evento online. Mesmo porque parte da sua identidade e charme está justamente no fato de a programação ser em Cannes. Se bem que há um teor mais democrático e prático nessa dinâmica virtual também. Me parece interessante. Dependendo da experiência, acredito que as próximas edições possam ter um público maior aderindo ao formato.

Outro ponto curioso dessa edição será a tão aguardada dobradinha de premiações, contemplando os anos de 2020 e 2021. Fico imaginando se haverá muitas diferenças entre tudo o que foi pensado, executado e lançado pré-pandemia em comparação ao período posterior, em um contexto histórico tão único.

Muito tem se discutido sobre a possibilidade de sairmos da pandemia mais humanos, mais empáticos e solidários. Fico me perguntando se de fato muita coisa mudou do ponto de vista criativo. Será que vamos olhar agora para os trabalhos criados pré-pandemia como olharíamos na época em que foram concebidos? Será que os parâmetros de julgamento deveriam ser os mesmos para 2020 e 2021? Difícil saber.

Mas uma coisa é certa. No não tivemos o “luxo” de contar com uma biblioteca de trabalhos premiados em 2020 para guiar nossa criatividade. Tivemos que seguir nossos instintos, fomos em frente sem as referências mais recentes do que é considerado bom. Mas isso importou? Nesse caso, acredito que nem tanto.

Outras prioridades surgiram, novos desafios foram lançados e a população mudou seu comportamento diário de uma forma não esperada. Nesse intervalo, as marcas tiveram, mais do que nunca, que entender com rapidez o que estava acontecendo e reagir com velocidade, respeito e empatia.

As agências, por sua vez, tiveram que pensar rápido, se adaptar ao contexto e entregar um combo que particularmente gosto muito: criatividade aliada a resultado de negócio. Não que isso já não fosse feito. Mas nunca o trabalho foi um reflexo tão fiel dos movimentos que aconteceram na sociedade. Logo, criatividade e business consolidaram seu casamento.

A prova disso é o número expressivo de inscrições na nova categoria de Creative Business Transformation. Sem dúvidas, essa edição já começa histórica por diversas razões, e me sinto privilegiado por poder acompanhar de camarote tudo isso. Ou melhor, acompanhar do melhor lugar possível: a minha casa.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio