Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021


17 de junho de 2021 - 11h46

Em 2019, fui jurada do D&AD na categoria “Creativity for Good” – comunicações de marketing, design, serviços e produtos que demonstram ideias originais, bem executadas, enquanto buscam construir a marca ou negócio fazendo o bem. Podemos ver que os festivais têm reconhecido nos últimos anos as iniciativas das marcas que contribuem para a sociedade. Mas de fato a pandemia acelerou essa importância e provavelmente teremos um novo Festival de Cannes. Pelo menos é o que eu espero.

Já vemos alguns cases figurando entre os mais cotados para vencer, como “True Name”, da McCann New York para Mastercard. O filme, protagonizado por atores trans e não binários, destaca o serviço da empresa que permite que pessoas trans mudem seu nome facilmente no cartão de crédito. Também gosto muito de “Black Santa”, da Coca-Cola, WMcCann e Globo, que trouxe pela primeira vez um Papai Noel negro para o tradicional especial de fim de ano da emissora.

Na minha experiência com júris, sempre foi desafiador diferenciar escala de profundidade. Por exemplo, uma marca fez uma ação que auxiliou 10 mil pessoas de forma mais superficial e outra mudou completamente a vida de 10 pessoas. O que é melhor? Quantas pessoas ou quanto a gente realmente atingiu uma pessoa?

Acredito que cada vez mais temos de entrar em um outro nível de discussão: o quanto o que foi feito realmente contribuiu para a sociedade, atingiu resultados esperados e gerou negócio. Minha expectativa é ver esses cases premiados na próxima semana e nos festivais que estão por vir na era pós-pandêmica.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio