Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021


19 de junho de 2018 - 10h59

Andar por entre as divisórias que mostram o shortlist de Press & Publishing, a categoria de mídia impressa que fica mudando de nome e também a de Outdoor, é um momento qie requer tempo e tranquilidade, duas coisas difíceis no festival.

Vou tentar aqui falar do que mais me impactou neste passeio pelo talento alheio que melhor pontuou segundo os jurados.

Mc Mansions – Burger Kimg – incrível, simples e criativo mas muitp difícil de viabilizar, foi até tema de uma ótima palestra do presidente mundial do Burger King, um brasileiro apaixonado por boas ideias.

Ainda do Burger King, tem aquela cartela no fim do filme de terror “It”, onde o vilão é um palhaço, que diz “moral da história: não confie em um palhaço” (lembrando que garoto propaganda do Mc Donald´s é um palhaço). Sensacional.

Uma campanha de título e texto, quase alltype, só com fotos de calçados Kiwi Shoes usados por personagens de quem os anúncios contam a história. O melhor é o que conta a história da vida do escritor Ernest Hemingway.

Campanha do Mc Donalds que usa detalhes da marca como sinalização. Linda.

Deisel – escrito errado mesmo – sensacional. Eles mesmo falsificaram a marca e criaram uma loja vagabunda para vender. Filmaram tudo, é engraçadíssimo. Os produtos se tornaram ítens de colecionador. No meu critério é Ouro ou até GP de Outdoor.

Outra campanha quase alltype linda é da simfônica de Chicago. Clássica e moderna ao mesmo tempo.

Tem uma campanha muito simples de Colgate Plax para valorizar que mata 99.9% dos germes que fala que os 0.1 que sobram não tem perigo. Diz que 0.1% de uma granada não tem perigo, por exemplo. Tem brasileiro nessa ficha.

Outra de brasileiros que chama atenção é da Etna, que mostra um quadro clássico e ao lado como reproduzir com peças da loja. Bacana demais e muito bem realizado.

Para terminar, e veja que tem muita coisa boa a mais do que botei nessa lista que pretende apenas marcar o que mais me impactou, tem a campanha da Ikea que compara móveis caros com os da Ikea, baratinhos, sempre soterrados por roupas então você não vê as cadeiras. Tipo já que você vai usar o móvel para empilhar roupas e bolsas, compra a mais barata. Maneríssimo.

Por hoje é só. Amanhã tem (muito) mais.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio