Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021


19 de junho de 2018 - 11h00

“Não bullshit a você mesmo”. David Droga, Droga5.
O dia a dia das agências acaba fazendo com que, às vezes, você se sinta confortável com um trabalho que é just ok. Normalmente, você sabe que não está bom o suficiente, mas deixa estar só para tirá-lo da frente. E você acaba acreditando que o sarrafo da equipe está alto, quando, na verdade, não está. Esse foi um sinal de alerta interessante, porque o primeiro a se enganar com as falsas qualidades do trabalho, tende a ser você mesmo.

“Não confie na opinião de quem te ama”. David Droga, Droga5.
David Droga contou o quanto ele ficou envaidecido com os elogios de sua mãe para o primeiro anúncio de sua carreira. Só depois veio a perceber que ela elogiou o anúncio errado. Ótimo alerta para quando se julga o trabalho da sua equipe (que você ama). Às vezes, por gostar muito do profissional, acaba-se cedendo alguns critérios que não condizem com a verdadeira (falta de) qualidade apresentada.

“Claro que eu tenho medo, mas eu faço”. Fernando Machado, Burger King.
O tema da palestra já era interessante per si: Hackvertising. Vários exemplos da marca onde havia risco na ação a ser implementada, mas que mesmo assim, optou-se por enfrentar as possíveis adversidades. Um sistema de BI que detecta conversas recorrentes nas redes, aliado a uma estrutura ágil de criação de ações pontuais que não permitem escala, mas que criam grande alcance através do buzz e viralização. Algumas dão muito medo, mas nem por isso o cliente deixa de enfrentar. Bonito.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio