Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021

Obrigada Mario Testino, Alexander Wang e Helen Mirren

Suas palestras apontaram para a importância de levar a opinião alheia em consideração e entender a vitória ou o fim como um processo e não o objetivo máximo a ser alcançado


21 de junho de 2017 - 16h50

No meio da semana do Festival de Cannes, é difícil processar tanta informação. Tenho mania de assistir palestras com o caderninho e caneta na mão, mesmo com o app do festival quase dando os highlights das palestras simultaneamente, gosto de anotar frases, insights e referências que vão aparecendo para depois achar as conexões entre elas.

Listening and make questions – os três falaram sobre ouvir, ouvir e ouvir. Ouvir o cliente, ouvir a equipe e ouvir o consumidor. Quem mal pode acontecer se pararmos para escutar? Líderes tem a decisão final nas mãos, mas porque não ouvir diferentes pontos de vista antes de tomá-la? Esses dias li uma frase boa também sobre isso: hoje em dia as pessoas não escutam, esperam a sua vez de falar.

It’s a Journey – Devemos ficar confortáveis com a posição de estarmos sempre em “working progress”. Ouvi isso hoje na palestra da Adidas e na Palestra da Loreal com Helen Mirren. Parar de olhar as vitórias como o objetivo máximo e parar de olhar as derrotas como o fim, as duas são parte do processo, parte de uma jornada. Lembrando: vale para marcas, mas também para a vida. ☺

E para finalizar, o que mais me encanta em ver de perto esses super talentos é ver também as suas fragilidades. Vê-los ansiosos, tímidos, nervosos tem um efeito muito bom e para mim em nada os diminui, ao contrário. Eu fico procurando os detalhes: aquela passada de mão no cabelo, aquela ajeitadinha na roupa antes da foto, um “hããã…”antes de uma resposta, uma garganta seca. Como disse a própria Helen Mirren, quando estamos inseguros, é bom lembrar que todo mundo passa por isso. Todo mundo.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio