Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

17 A 21 DE JUNHO DE 2019 | CANNES - FRANÇA


23 de junho de 2017 - 15h11

Hoje a manhã começou maravilhosa!!! John Lewis e a Adam&Eve DDB falando sobre Emotional Advertising!

Fiquei com inveja. Mesmo. E admito. Inveja positiva.

Para se “conseguir” no mundo de hoje, de organizações extremamente matriciais fazer filmes como os filmes de natal da John Lewis – são cada vez oportunidades mais raras. São filmes sim super emocionais, mas focados na marca. Em gerar “engagement” dos seus consumidores e potenciais futuros consumidores. Sem merchandising, sem pack-shot, sem demo, sem beneficio funcional e racional, mas com historias tão verdadeiras, tão relevantes que realmente tocam as pessoas – e no final isso sim – as converte para compras na John Lewis. De acordo com eles o maior ROI que eles tem – para cada $1 gasto, $8 em retorno nas campanhas de natal.

O filme do ano passado tive 65M de shares orgânicos – ANTES do comercial ser veiculado na TV, e o dia em que o comercial é lançado na Inglaterra todo ano – virou um evento cultural no pais. Com pessoas que esperam o filme avidamente. Com aposta de qual será a musica escolhida e qual o tema. O CCO da agência disse que recebem todo ano centenas de cartas com sugestões de storyboard e de scripts! Já pensou ???

Mas para isso acontecer precisa-se de 3 coisas essenciais:

1) Um time pequeno e alinhado de cliente e agência. Empresas aonde se tem 40 pessoas diferentes dando palpite num único comercial NUNCA terão peças de comunicação como estas. É preciso um time pequeno, engajado e alinhado para que esse tipo de comunicação floresça e se torne realidade.

2) Coragem e convicção. Principalmente do cliente. Sem pre-teste. Convicção do seu “gut-feeling” de que aquilo que te toca profundamente vai também tocar outras pessoas.

3) Paciência. Entendimento de que para se construir uma marca e gerar “lovebrands” se precisa de tempo, e isso não se faz de um trimestre pro outro e sim ao longo de alguns anos. A consistência da campanha desse ponto de vista é imprescindível.

Vou deixar vocês aqui com os meus 3 comerciais preferidos de John Lewis da ultima década. Preparem os Kleenex.

O melhor na minha opinião é o de 2011 – o countdown to Christmas – com um insight e um trabalho de direção de arte superbo!!

O de 2014 – Monty the Penguin – que pra mim tem o melhor uso de soundtrack.

E o de 2015 – The man on the moon – a história mais corajosa e inusitada. Falando sobre as pessoas que passam o natal sozinhas.

Não preciso dizer que usei 1 pacote de Klenex inteiro hoje de manhã! ☺ O cara sentado do meu lado achou que eu tava tendo um treco… Mas a verdade é que já vi esses filmes muitas vezes – e toda vez que assisto me emociono igual. Isso é o “torture test” de um comercial incrível. Vai ficar marcado no seu coração, e toda vez que você o vê, aquelas emoções vem a tona de novo.

É por isso que eu trabalho nessa industria. AMO isso. John Lewis – chapéu pra vocês.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio

Mobile Partner