Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

17 A 21 DE JUNHO DE 2019 | CANNES - FRANÇA

Um estudo de caso sobre a invejinha

Dizem que inspiração é o que nos move. Desconfio que seja outra coisa


18 de junho de 2019 - 12h49

Cannes é um centro de peregrinação para onde milhares de profissionais da indústria criativa convergem todos os anos em busca de um mesmo ideal, efêmero e fugaz: a inspiração.

Só a inspiração salva, repetimos todos. Inspiração é o nome de um dos palcos do Palais, está presente no título de metade das palestras e é o mantra de 100% dos palestrantes.

Mas se a gente for bem sincerão, iluminando os recônditos de nossas almas imperfeitas, veremos que o que nos move profissionalmente não é exatamente a inspiração: é a invejinha.

Não estou falando daquela inveja bíblica, histórica, motor de vinganças e tragédias. Mas daquela invejinha doída que todo publicitário tem ao ver um trabalho brilhante, perfeito em todos os aspectos, exceto um: não foi você quem fez.

Anunciados os vencedores do Lions Health, meu invejômetro registrou um pico sísmico. Especificamente por causa de “ThisAbles”, o projeto de inclusão para deficientes da Ikea assinado pela McCann de Tel-Aviv.

https://thisables.com/en/about/

Tudo em “ThisAbles” é tão bacana, encaixa tão direitinho, que parece ter sido feito sob medida para me causar invejinha. Mas prefiro acreditar que foi mesmo por uma causa social incrível, aliando empatia e tecnologia, e ajudando milhares de pessoas no processo.

A começar pelo título. Perdão por explicar o trocadilho, mas este merece. ThisAbles (= isso capacita) é o oposto de Disables (= incapacita, o termo usado para deficientes em inglês). Com um nome assim, o projeto nem precisava ser tão legal. Mas é.

ThisAbles parte de uma premissa sólida: 10% dos israelenses tem alguma limitação física grave, que os impede de realizar tarefas básicas dentro de casa – levantar-se de um sofá, abrir um armário, acender uma abajur.

Então conhecemos o garoto-propaganda do projeto, o simpaticíssimo Eldar, portador de paralisia cerebral (e, segundo ouvimos por aqui, redator da própria agência que assina o ThisAbles). Ele simboliza a frustração de tantos deficientes físicos que não se sentem confortáveis dentro da própria casa.

Até que a Ikea entra em cena. Em total alinhamento com sua filosofia de “democratizar o design”, a marca criou 13 produtos – ou life-hacks – que podem ser acoplados aos seus móveis e acessórios mais populares. Sofás ficam mais altos, portas ganham alças, luminárias ganham botões acessíveis.

Até aí já seria genial. Mas os produtos ThisAbles também são open-source. O que significa que podem ser baixados gratuitamente e impressos em impressoras 3D, em qualquer lugar do mundo. Mais de 160 países já aderiram ao projeto.

Coroando literalmente a ideia, ThisAbles levou dois ouros em Health & Wellness, mais o Grand Prix da categoria.

Você vai concordar comigo: é muita invejinha inspiração!

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio

Mobile Partner