Meio&Mensagem
Publicidade

Cannes Lions

21 A 25 DE JUNHO DE 2021


24 de junho de 2021 - 10h01

Foi com esta frase, postada no perfil do CEO da Laboratório Fantasma, Evandro Fioti, que acordei no dia 23/06. Fiquei extremamente feliz ao saber que “Silêncio”, a campanha feita para a Deezer pela AKQA ganhou o devido prêmio, simbolizando um reconhecimento do mercado por esta obra-prima.

O gênio Emicida que não fala, mas vocifera palavras, ficou por um minuto em silêncio, e assim trouxe a falta de palavras a todos. As imagens, tão reais deste nosso Brasil, são lindas e emocionantes. E porque imagens do nosso povo, com os olhares que vemos todos os dias, em silêncio, nos coloca em catarse? Talvez, a fragilidade que nosso país se encontre, faz com que qualquer parada em nosso ritmo frenético, nos força uma conexão com a realidade presente. Neste momento isto dói.

As imagens são lindas, o uso da “Ressonância Schumann” é brilhante, mas, na minha opinião, o prêmio veio pela coragem em nos convidar para este silêncio, que com certeza ressoou em muitos, assim como em mim, escancarando o vazio que existe dentro de cada brasileiro diante deste cenário nefasto que estamos a presenciar.

Sou muito fã da trajetória de Fioti e Emicida. Não só pela história, pelos discursos, mas também pela gigante capacidade que ambos têm, acompanhados de uma competente equipe, em nos surpreender. De sempre nos tirar o fôlego.

Este silêncio proposto foi o epílogo de um projeto muito importante chamado Amar_elo (e como este travessão é importante!), que começou desta forma e se desdobrou em disco, show no Teatro Municipal em pleno mês da Consciência Negra, e documentário. Pra quem acompanhou sabe que foi muito mais do que isto e do que eu posso transcrever em palavras.

Ponto para eles, para a AKQA, que fez uma produção a altura da importância deste silêncio, e para Deezer, que com ousadia, colocou este barco para navegar.

Publicidade

Compartilhe

Patrocínio